quinta-feira, janeiro 21, 2021

“Ministros do STF poderiam se inspirar em Evo Morales e renunciar”, diz deputado

0

Bibo Nunes, deputado bolsonarista do PSL, disse hoje “Pelo bem do país, eles [os ministros do STF] poderiam se inspirar em Evo Morales.”, sugerindo que eles deveriam renunciar.

O motivo é que os ministros votaram na semana passada para derrubar a prisão de condenados em segunda instância, motivo que soltou Lula.

 

Gilmar Mendes: “Vou processar todo mundo que me chamar de corrupto”

0

Milhares de pessoas saíram às ruas ontem pedindo o impeachment do ministro Gilmar Mendes. Em recente entrevista ao site Glamurama, do portal UOL, Gilmar Mendes disse: “Tenho muito mais irritação em relação à imprensa do que às pessoas das ruas, que às vezes não têm qualquer noção do que estão falando e são instrumentalizadas”, disse.

Depois o magistrado disse: “Mas se eu entender que sou ofendido, e não é sensibilidade exagerada, e se me chamar de corrupto tomo medida de processar. Processei o [jornalista, já morto] Paulo Henrique Amorim, outros jornalistas, mas não, outros jornalistas, mas não tenho projeto de enriquecer com isso, doo tudo que recebo”, completou ele.

Em entrevista à GloboNews Gilmar Mendes disse que os “ataques” que ele está sofrendo dia a dia são orquestrados por robôs: “Quanto ao Twitter, isso é um mundo das fake news. Acabo de ver, antes de vir para cá, que toda essa onda foi causada por 1.700 perfis, portanto, são robôs que estão fazendo isso, essa onda toda, e a imprensa acaba por supervalorizar isso”, disse ele.

 

“Se me chamar de corrupto
tomo medida de processar”

-Gilmar Mendes

 

Visto que algumas notícias são orquestradas mesmo por robôs, vamos ver se o “todo poderoso” ministro poderá processar os robôs na internet.

The Wall Street Journal diz que Bolsonaro não abaixa a cabeça para os ambientalistas

0

O jornal americano The Wall Street Journal publicou um artigo em que elogia o presidente da República, Jair Bolsonaro.

A colunista Mary Anastasia O’Grady,disse que a inflação no país está sob controle, e com os juros baixos, há diminuição na avaliação de risco no crédito do país e que há um cenário positivo para o crescimento do Brasil.

“Bolsonaro se recusa a se curvar aos deuses verdes e à polícia do pensamento internacional e, por isso, é condenado”.

– Wall Street Journal

 

Ciro Gomes se pronuncia e diz que Lula insiste em enganar o povo

0

Ciro Gomes se pronunciou pela primeira vez sobre a soltura de Lula. Em entrevista ao jornal O Globo, Ciro disse que Lula não aprendeu nada durante seus dias na cadeia. A firmou ainda que Lula tenta “enganar o povo com a presunção de que o povo é ignorante, é idiota”. Falou dinda sobre a “farsa de 2018” (sic).

“Ele não aprendeu rigorosamente nada ao se colocar como candidato sem poder ser”, disse Ciro. Além disso, disparou:

“Você pode até discutir, como eu já falei um milhão de vezes, o devido processo legal. Eu não acho que ele tenha tido o direito [a julgamento justo]. Agora, que ele seja inocente, estou cansado de saber que ele nunca foi. [Vi isso] de perto, testemunhadamente.”

ciro gomes, pdt

Lula diz que nunca indicou amigos ao STF

0

Ex-presidente só não indicou mais ministros à Suprema Corte que Getúlio Vargas (21), Floriano Peixoto (15), Deodoro da Fonseca (15) e João Figueiredo (9).

Segundo Lula: “Não me arrependo. Se eu estivesse na mesma situação que estava e tivesse os mesmos currículos das pessoas que eu tinha, eu os indicaria de novo. Não indiquei para pedir favor ou para que defendam o PT, mas sim para defenderem a Constituição. Nunca indiquei um amigo”, declarou.

Luiz Inácio indicou os seguintes ministros: Cezar Peluso, Ayres Britto, Joaquim Barbosa, Eros Grau, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Menezes Direito e Dias Toffoli.

 

Aliança pelo Brasil, partido de Bolsonaro, tem ato de lançamento em Brasília

0

A sigla Aliança pelo Brasil, partido do presidente Jair Bolsonaro, foi lançado ontem em Brasília. O principal mentor, no entanto, foi o assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, ex-aluno de Olavo de Carvalho, o grande mentor da direita atual e que causa frisson na imprensa marrom.

Segundo a revista Crusoé, do grupo Antagonista, Felipe Martins teria criado todo o programa, além de dois artigos do estatuto do novo partido,  os artigos 2º e 12º, respectivamente.

O ato de lançamento da legenda aconteceu em um hotel no DF e com políticos e apoiadores do presidente, que lotaram o lugar. Ainda em fase de recolhimento de assinaturas, o novo partido irá ainda recolher assinaturas para o registro formal no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Sobre a saída do PSL e a criação da nova legenda, o presidente disse: “Agora, falo para vocês uma coisa da minha vida: fiquei 28 anos dentro do parlamento. Dois anos como vereador no Rio de Janeiro, 30 anos de vida pública, nunca tive um diretório municipal. Não pode, como está na cabeça de alguns, querer ter comando do partido no estado para negociar legenda. Isso não vai acontecer. Em parte, o problema que tivemos no partido que deixei há poucas horas foi essa questão: negociar legenda, vender tempo de televisão e fazer do partido um negócio”, afirmou Bolsonaro.

O número da sigla é 38 e faz alusão ao calibre de armamento, o que segundo Bolsonaro “é fácil de memorizar”.

 

Governo Federal deverá criar nova estatal para substituir Eletrobrás

0

A privatização da Eletrobrás está no pacote de medidas do governo Bolsonaro e provavelmente incluirá a criação de uma nova estatal e agências de fomento para o setor elétrico. O assunto, informado pelo Ministério das Minas e Energia, ainda está sendo debatido e precisará passar pelo aval do Congresso.

A estrutura da Eletrobrás, no entanto, possui duas outras empresas que respondem à estatal diretamente e por isso a desestruturação da Eletrobrás precisará deixá-las de fora. Uma delas é a Itaipu Binacional, firmada nos anos 1970, e prevê que “a metade brasileira da empresa pertence à Eletrobras – ou ao ente jurídico que a suceda”, estabelecendo assim que entidade privada está impedida de deter a parte brasileira da hidrelétrica de Itaipu.

Além desta, a Eletronuclear não pode ser vendida pelo Executivo, visto que no artigo 177 da Constituição, figura como monopólio da União “a pesquisa, a lavra, o enriquecimento, o reprocessamento, a industrialização e o comércio de minérios e minerais nucleares e seus derivados”, itens as quais a Eletronuclear detém monopólio por força de lei.

Um dia de ódio: Rodrigo Janot revelou em entrevista que queria matar Gilmar Mendes. Confira a resposta irônica do ministro

1

Ex-PGR Rodrigo Janot disse em entrevistas para a imprensa que chegou perto de matar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.

Matéria d’O Estado de S.Paulo publicou as pavaras de Janot: “[Eu] ia matar ele [Gilmar Mendes] e depois me suicidar”. Rodrigo Janot disse ainda que “não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo”.

O ex-procurador da República disse na matéria que foi armado para a sessão do STF com esse objetivo, em 2017.

A fúria contra Gilmar Mendes começou após o ex-PGR pedir o impedimento contra um juiz que ia analisar o habeas corpus de Eike Batista.

Ia matar Gilmar Mendes e depois me suicidar. Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo.

-Rodrigo Janot, ex-PGR

 

Há 13 anos o Brics criou a cooperação entre economias emergentes

0
brics

Há 13 anos, em 2001, o economista britânico Jim O’Neill, que trabalhava à época como chefe de Pesquisas Econômicas Globais do banco Goldman Sachs, cunhou o termo Bric. Na época ainda não havia a entrada da África do Sul.

Na ocasião ele cunhou o termo para falar do crescimento das quatro economias emergentes, do Brasil, da Rússia, da Índia e da China. Durante o século 21, segundo o jornalista, esses países começaram a dividir o poder econômico global com o G7, grupo das economias mais ricas do mundo.

Em 2006, numa reunião de ministros das Relações Exteriores daqueles países em Nova York, o grupo formalizou o Brics. O primeiro aconteceu em Ecaterimburgo, na Rússia, em 2009. Na época, os presidentes dos países concordaram em um mecanismo de cooperação mútua entre os países.

No ano seguinte aconteceu a segunda cúpula, aqui no Brasil e o então presidente da África do Sul, Jacob Zuma, compareceu, juntando aquela economia aos países, virando Brics.

Esquerda protesta mas não tira o brilho de Bolsonaro

0

Enquanto Bolsonaro discursava na ONU, manifestantes petistas gritavam  “Bolsonaro não, Amazônia sim” a “Lula livre”.

Nada disso tirou, porém, o brilho do discurso de Bolsonaro na ONU.

“É uma falácia dizer que a Amazônia é um patrimônio da humanidade”, disse Bolsonaro para 150 pessoas. O presidente brasileiro também disse na ONU que não terá nova demarcação de terras indígenas no Brasil. Em uma indireta ao Raoni, cotato pro Nobel da Paz, falou Bolsonaro que “a visão de um líder indígena não representa a de todos os índios brasileiros. Muitas vezes alguns desses líderes, como o cacique Raoni, são usados como peça de manobra por governos estrangeiros na sua guerra informacional para avançar seus interesses na Amazônia. Infelizmente, algumas pessoas, de dentro e de fora do Brasil, apoiadas em ONGs, teimam em tratar e manter nossos índios como verdadeiros homens das cavernas”, disse o presidente.

20,832FansLike
2,826FollowersFollow
68,557FollowersFollow
16,500SubscribersSubscribe

Latest posts