Juan Guaidó disse anteontem, via Twitter, que Lula é “um ladrão condenado” e que o ex-presidente brasilieiro saqueou, junto com Nicolás Maduro, os dois povos, como partícipes da Petrobrás, Odebrecht e PDVSA, a estatal petrolífera venezuelana.

Dias antes, Lula, durante o 7º Congresso do PT, realizado neste final de semana em São Paulo, fez um discurso atacando Guaidó, aliado de Bolsonaro, que disse ainda que o petista “está livre, mas não é inocente”.

A assessoria de Lula disse que as declarações do venezuelano são “fictícias”. No evento do PT, Lula havia dito: “a vergonha que tenho é que o mundo inteiro reconheceu o golpista, o mundo inteiro democrático” (sic), referindo-se a Guaidó.