Em menos de 15 dias a cidade Estrutural recebeu a retirada de casas de madeira, desta vez na chácara Santa Luzia. O Comitê de Gestão Integrada do DF voltou à cidade e removeu 63 construções irregulares no local, cerca de 2 mil metros de madeira. Além disso 9 fossas foram soterradas e 50 m² de pontos clandestinos de água e luz foram derrubados.

Construídas em uma área chamada “faixa de tamponamento”, relacionada a proteção ambiental junto ao Parque Nacional de Brasília, a construção dos barracos  teve início ainda na fundação da Estrutural.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here