Acordo aconteceu em Santiago, capital chilena

Brasil e Chile assumiram compromissos em 24 áreas não tarifárias, na capital chilena, Santiago. o acordo vai fortalecer o livre comércio entre Brasil e Chile. A cerimônia de assinatura foi acompanhada pelos presidentes Michel Temer e Miguel Juan Sebastián Piñera.

Os países tinham um acordo desde 1996 que zerou as tarifas. Agora, o acordo dará um incentivo e uma maior previsibilidade para o colóquio comercial. O texto foi assinado pelos ministros Marcos Jorge (Ministério do Desenvolvimento) e Aloysio Nunes (Itamaraty), do Brasil. No lado chileno, o chanceler Roberto Ampuero assina o acordo.

“Passados mais de vinte anos desde a assinatura do acordo de 1996, que eliminou as barreiras tarifárias nos fluxos entre Brasil e Chile, constatamos a necessidade de aprofundar a redução de entraves não tarifários e de refletir novas dimensões do comércio internacional”, disseu o ministro Marcos Jorge.

Ademais, disse ele que “será a primeira vez que o Brasil, em acordos bilaterais, se compromete com temas como comércio eletrônico, boas práticas regulatórias, cadeias regionais e globais de valor, além de comércio e gênero, meio ambiente e assuntos trabalhistas”, arrematou na ocasião.

Conforme o secretário de Comércio Exterior do Brasil, Abrão Neto, este acordo fomenta novas regras com vertentes que vão ajudar a ampliar trocas comerciais e investimentos bilaterais. Conforme sus fala: “Esse acordo servirá como referência para diversas negociações das quais o Brasil participa ou venha a participar”.

O Itamaraty disse ainda que este acordo entre Brasil e Chile vai regular diversas questões, e que este é o mais ambicioso que a Organização Mundial do Comércio (OMC) já prevera.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here